Dengue – Prevenção e Diagnóstico Rápido

Em tempos de água escassa, fica preocupante a questão da Dengue. Enquanto os agentes de saúde se matam para erradicar os focos, as pessoas passaram a armazenar água de chuva e outras em baldes e vasilhas abertas.

Por isso, a DENGUE virou epidemia em São Paulo, e avança pode lugares que nunca tinha frequentado.

Ao não conseguirmos prevenir, o diagnóstico rápido é importantíssimo para combater a doença.

Conhecer a doença e como ela se manifesta, identificar os sintomas e saber diferenciar a chamada Dengue “Clássica” da Dengue “Hemorrágica”, esta última gravíssima, pode fazer a diferença entre um tratamento rápido e sem consequências e a morte do doente, principalmente no caso de pessoas com alguma debilidade orgânica ou crianças.

Dengue - Prevenção e Diagnóstico

Ao identificar dois ou mais sinais de: a) Dor Intensa na Barriga; b) Sinais de Desmaio; c) Náusea; d) Falta de Ar; e) Tosse Seca e f) Sangramentos procure um médico ou atendimento de Saúde Pública.

Tratamento
Hidratação é parte importante do tratamento. Como o paciente perde muito líquido, a reidratação é fundamental e necessária.  Deve-se ingerir muita água, suco, água de coco ou isotônicos. Destaca-se que bebidas alcoólicas, diuréticas ou gaseificadas, como refrigerantes, não são considerados líquidos reidratantes.

CUIDADO com armazenamento de água em tempos de seca ou de racionamento. Tampem todas as vasilhas de água armazenada e não deixem de jogar fora água de vasos de plantas e outras que possam hospedar o mosquito da Dengue.

Fontes: Ministério da Saúde, Secretaria Municipal de Saúde, Portal G1.Com.Br

2 comentários sobre “Dengue – Prevenção e Diagnóstico Rápido

Deixe uma resposta