Prevenção pré Operatória

Temos acompanhado centenas de cirurgias e pequenas intervenções nestes muitos anos de atividades na área da saúde.

Uma questão importantíssima no pré operatório são os cuidados com alimentação ou jejum. O paciente ou pessoa doente deve sempre informar quando fez suas últimas refeições e do que se alimentou nas últimas horas.

Tem sido comum a ocorrência de problemas graves, e até mortes, pela omissão de informação, por parte do paciente, sobre a alimentação que fez.

Os tempos mínimos de jejum, antes da cirurgia, têm sido largamente debatidos por especialistas. Um quadro aceitável de  não recepção por via oral, antes da cirurgia, pode ser visto em:

Idade Sólidos Líquidos claros
<6 meses 4 horas 2 horas
6-36 meses 6 horas 3 horas
>36 meses (incluindo adultos) 8 horas 3 horas

Quando a anestesia é necessária em uma situação de emergência, uma aspiração nasogástrica geralmente é realizada para reduzir o conteúdo gástrico e os riscos de sua aspiração pulmonar.

Antes – Hidratação

Antes do período de jejum, beber água é essencial
Antes do período de jejum, beber água é essencial

É essencial que não exista nada no estômago da pessoa antes de uma cirurgia onde será feito algum procedimento de anestesia. Alimentos sólidos e líquidos podem provocar engasgos e outras complicaçõs. Se o paciente estiver bem hidratado, as veias ficarão mais dilatadas, o paciente se sentirá mais confortável e mais receptivo a soros e medicamentos intravenosos. Beba bastante líquido (SEM alcóol) até no horário indicado para jejum completo.

Durante – Conforto

Aquecimento do Paciente
O corpo do paciente deve estar agasalhado e o mais confortável quanto possível

Ambientes cirúrgicos tem, normalmente, baixas temperaturas. Temperaturas baixas diminuem o fluxo de sangue para a pele, o que pode provocar uma diminuição de células no sistema imunológico, necessárias para enfrentar possíveis infecções. Assim sendo, se estiver sentido frio, peça um cobertor, e se for oferecido, mesmo que a sua sensação térmica não seja de frio, aceite.

Depois – Em Casa

As primeiras 24h, após alta, de um operado devem ter  acompanhamento constante
As primeiras 24h, após alta, de um operado devem ter acompanhamento constante

Sempre procure, nas primeiras 24h após uma cirurgia, quando estiver de alta em casa, ter alguém acompanhando o paciente, especialmente se for idoso ou criança. A pessoa no pós cirúrgico pode não raciocinar com clareza e perder ou ter deficiências no controle de alguns sentidos. Os efeitos de anestesia e outros medicamentos podem durar mais do que o período de internação.

Divulguem, sugiram temas e vamos ajudando a melhorar nossas condições de saúde.

Deixe uma resposta