Arquivos da categoria: Terapia

Aedes aegypti.

Aedes aegypti – Nosso inimigo !

Declaração de Guerra

Quando escrevemos recentemente, o problema do mosquito Aedes aegypti  é mais perigoso do que se imaginava, poucos atentaram para os problemas.

Agora que chegamos num patamar quase de pandemia, em que especialistas discutem vários aspectos relacionados ao risco da proliferação das doença e vírus que este mosquito propaga e que entidades internacionais decretam uma situação de “emergência de saúde pública de interesse internacional”, especialmente para os casos de má-formação e de disfunções neurológicas provocadas pelo vírus Zika, também transmitido pelo mosquito que propagou a dengue por muito anos, talvez seja necessário a população entender que não basta o governo fazer o básico do básico.

A guerra começou há muito tempo. Muito antes do Zika e da microcefalia. Muitas pessoas terão que repensar seus hábitos.

Vírus Zika
Vírus Zika

Em tempos de carnaval e descontrole total de procedimentos, a coisa vai sair de controle.

Nós, técnicos que atuam na saúde pública veremos os resultados em pouco tempo. E irão nos acusar de muitas coisas quando, na realidade, cada um não tem se preocupado nem consigo mesmo. Temos que nos preparar, sem apoio das chefias deitadas eternamente em berço esplêndido e dos políticos irresponsáveis que aumentam seus próprios salários e deixam a saúde pública à própria sorte.

Câncer de Intestino

O que é?

O que é o câncer de Intestino ou câncer colorretal?

O cancro colorretalcâncer colorretal ou câncer de intestino é uma neoplasia maligna que afeta o intestino grosso e/ou o reto, acometendo a parede intestinal, e que dependendo do grau de invasão desta, pode comprometer outros órgãos, quer diretamente, quer através de metástases. Também chamado de câncer de intestino ou tumor de cólon e reto.

Colon-cancer-facts

Comportamentos de Risco

  • Fumar, consumir bebidas alcoólicas, ter sobrepeso ou ser obeso, comer alimentos com muitas calorias, alimentos ricos em gordura animal, carnes vermelhas em excesso e comer poucas frutas, verduras ou cereais integrais;
  • Ter mais de 50 anos, ter parentes em primeiro grau com pólipos ou câncer de intestino;
  • Ser portador de Retocolite Ulcerativa ou doença de Crohn.

Causas

O câncer colorretal geralmente desenvolve-se a partir de pólipos. Os pólipos são inicialmente lesões benignas que crescem na parede do cólon e, se associados a predisposição genética e hábitos não saudáveis de vida, transformam-se em câncer com o passar do tempo.

Como Prevenir

É possível diminuir o risco de ter câncer de intestino adquirindo hábitos saudáveis de vida como :

praticar atividade física regularmente;

ter alimentação variada e rica em fibras (verduras, frutas frescas e cereais integrais);

beber pelo menos dois litros de água por dia;

reduzir o consumo de carne vermelha (máximo 500 g por semana) principalmente fritas ou preparadas no churrasco;

evitar carnes salgadas e processadas (presunto, mortadela, bacon, linguiça, calabresa, salsicha e semelhantes);

manter o peso adequado para sua altura;

não consumir bebidas alcoólicas;

não fumar.

Principais Sintomas

Presença de sangue nas fezes, dor e cólica na barriga com mais de 30 dias de duração; alteração no ritmo intestinal; Perda de peso rápida e não intencional; anemia, cansaço e fraqueza.images (2)

Fonte: Sociedade Brasileira de coloproctologia e Prefeitura de Belo Horizonte.

Medula Óssea – Seja Doador

A Medula Óssea

Medula Óssea é um tecido líquido-gelatinoso que ocupa o interior dos ossos, sendo conhecida popularmente por ‘tutano’.

Na medula óssea são produzidos os componentes do sangue: as hemácias (glóbulos vermelhos), os leucócitos (glóbulos brancos) e as plaquetas. As hemácias transportam o oxigênio dos pulmões para as células de todo o nosso organismo e o gás carbônico das células para os pulmões, a fim de ser expirado. Os leucócitos são os agentes mais importantes do sistema de defesa do nosso organismo e nos defendem das infecções. As plaquetas compõem o sistema de coagulação do sangue.

Medula Óssea produz vida para o sangue do corpo humano
Medula Óssea produz vida para o sangue do corpo humano
Fonte: INCA

Medula Óssea X Medula Espinhal?

Enquanto a medula óssea, como descrito anteriormente, é um tecido líquido-gelatinoso que ocupa a cavidade dos ossos, a medula espinhal é formada de tecido nervoso que ocupa o espaço dentro da coluna vertebral e tem como função transmitir os impulsos nervosos, a partir do cérebro, para todo o corpo.

Doação de Medula Óssea

O número de doadores voluntários tem aumentado expressivamente nos últimos anos. Em 2000, existiam apenas 12 mil inscritos. Naquele ano, dos transplantes de medula realizados, apenas 10% dos doadores eram brasileiros localizados no REDOME *.

Agora há 3,500 milhões de doadores inscritos e o percentual subiu para 70%. O Brasil tornou-se o terceiro maior banco de dados do gênero no mundo, ficando atrás apenas dos registros dos Estados Unidos (quase 7 milhões de doadores) e da Alemanha (quase 5 milhões de doadores).

A evolução no número de doadores deveu-se aos investimentos e campanhas de sensibilização da população, promovidas pelo Ministério da Saúde e órgãos vinculados, como o INCA. Essas campanhas mobilizaram hemocentros, laboratórios, ONGs, instituições públicas e privadas e a sociedade em geral. Desde a criação do REDOME, em 2000, o SUS já investiu R$ 673 milhões na identificação de doadores para transplante de medula óssea. Os gastos crescerem 4.308,51% de 2001 a 2009.

Doadores Voluntários 

É possível se cadastrar como doador voluntário de medula óssea nos Hemocentros nos estados. Em Minas Gerais, basta procurar o  Hemominas ( http://www.hemominas.mg.gov.br/ ).

*REDOME = Registro Nacional de Doadores Voluntários de Medula Óssea

Dia Mundial da Sepse

A Sepse é a inflamação generalizada do organismo contra uma infecção em qualquer parte do corpo. Se não descoberta rapidamente, essa inflamação leva a parada do funcionamento de um ou mais órgãos e o paciente corre risco de morrer.

Pesquisa do ILAS, em parceria com o Instituto Datafolha, em 134 municípios brasileiros, mostra que 93% dos entrevistados nunca tinham ouvido falar sobre sepse.

SEPSE

Dengue – Prevenção e Diagnóstico Rápido

Em tempos de água escassa, fica preocupante a questão da Dengue. Enquanto os agentes de saúde se matam para erradicar os focos, as pessoas passaram a armazenar água de chuva e outras em baldes e vasilhas abertas.

Por isso, a DENGUE virou epidemia em São Paulo, e avança pode lugares que nunca tinha frequentado.

Ao não conseguirmos prevenir, o diagnóstico rápido é importantíssimo para combater a doença.

Conhecer a doença e como ela se manifesta, identificar os sintomas e saber diferenciar a chamada Dengue “Clássica” da Dengue “Hemorrágica”, esta última gravíssima, pode fazer a diferença entre um tratamento rápido e sem consequências e a morte do doente, principalmente no caso de pessoas com alguma debilidade orgânica ou crianças.

Dengue - Prevenção e Diagnóstico

Ao identificar dois ou mais sinais de: a) Dor Intensa na Barriga; b) Sinais de Desmaio; c) Náusea; d) Falta de Ar; e) Tosse Seca e f) Sangramentos procure um médico ou atendimento de Saúde Pública.

Tratamento
Hidratação é parte importante do tratamento. Como o paciente perde muito líquido, a reidratação é fundamental e necessária.  Deve-se ingerir muita água, suco, água de coco ou isotônicos. Destaca-se que bebidas alcoólicas, diuréticas ou gaseificadas, como refrigerantes, não são considerados líquidos reidratantes.

CUIDADO com armazenamento de água em tempos de seca ou de racionamento. Tampem todas as vasilhas de água armazenada e não deixem de jogar fora água de vasos de plantas e outras que possam hospedar o mosquito da Dengue.

Fontes: Ministério da Saúde, Secretaria Municipal de Saúde, Portal G1.Com.Br

As 10 Doenças que Mais Matam no Brasil

A vida agitada nos grandes centros urbanos, a falta de exercícios físicos, o estresse, a poluição, a alimentação rápida e rica em gordura e açúcar e o consumo excessivo de bebidas alcoólicas e tabaco estão causando diversas doenças nos brasileiros.

 

A Dez Mais

  1. Doenças cerebrovasculares;
  2. Infarto agudo do miocárdio;
  3. Pneumonias;
  4. Diabetes mellitus;
  5. Doenças hipertensivas;
  6. Bronquite, enfisema, asma;
  7. Insuficiência cardíaca;
  8. Câncer do pulmão;
  9. Outras doenças isquêmicas do coração;
  10. Cirrose e doenças crônicas do fígado.

Advindos destes problemas, são mais comuns, nos grandes centros urbanos, doenças como o câncer, o diabetes e doenças do coração.

Continue lendo As 10 Doenças que Mais Matam no Brasil

Diabetes – O Controle e a Prevenção

O que é?

O Diabetes e um conjunto de doenças caracterizadas pelo aumento do açúcar (glicose) no sangue. Ocorre pela deficiência de um hormônio chamado Insulina, seja por problemas de produção ou da má utilização da insulina pelos tecidos do corpo.

diabetic-meal-log-printable-20596

Continue lendo Diabetes – O Controle e a Prevenção

Prevenção pré Operatória

Temos acompanhado centenas de cirurgias e pequenas intervenções nestes muitos anos de atividades na área da saúde.

Uma questão importantíssima no pré operatório são os cuidados com alimentação ou jejum. O paciente ou pessoa doente deve sempre informar quando fez suas últimas refeições e do que se alimentou nas últimas horas.

Tem sido comum a ocorrência de problemas graves, e até mortes, pela omissão de informação, por parte do paciente, sobre a alimentação que fez.

Continue lendo Prevenção pré Operatória

HPV – Responsabilidade de Todos

Relação Aids e HPV

As meninas e mulheres convivendo com HIV e Aids foram incorporadas como público prioritário nessa nova etapa da campanha de vacinação devido a estudos que apontaram que esse público tem cinco vezes mais chances de desenvolver o câncer cervical em comparação com a população em geral. Além disso, elas também estão mais propensas a terem sérias lesões causadas por HPV, em maior número e com maiores chances de reaparecerem após o tratamento.

Continue lendo HPV – Responsabilidade de Todos